Josefa de Deus Camaño (Jô)
ocupante da cadeira nº 18
(patrono: Julio Ribeiro)

Jô é filha de mãe católica e pai espírita. Com os dois ensinamentos teve liberdade de escolha. Ainda jovem começou a se interessar por temas dos grandes Arcanos Egípcios e Cartas Ciganas. Estudou e desenvolveu conhecimentos ao longo da vida. Já tendo publicados contos e poesias em Antologias, em 2012 publicou “Sagrada Sabedoria Cigana”, em 2014 publicou: “Sagrada Sabedoria dos Mestres do Deserto”, motivando uma viagem mística ao deserto do Saara, deixando um exemplar depositado naquelas areias.

No ano de 1970 colou grau em Direito e ingressou no Tribunal de Justiça de Estado de São Paulo, onde permaneceu em atividade por 35 anos, até sua aposentadoria. No ano de 1980 concluiu o curso de jornalismo pela Faculdade de Comunicação de Santos – Facos, época em que conheceu, na Faculdade, pessoas que pertenciam a Antiga Mística Ordem Rosa Cruz (amorc), que a convidaram a participar da entidade.

Em 2015 tomou posse na Academia de Letras de Santos e no Instituto Histórico e Geográfico de Santos, na cadeira de Domitila Castro Canto e Melo, a Marquesa de Santos.

Ingressou na ASL em 23 de julho de 2015

 

OBRAS

 
     
     
     
   

Rua Soares de Camargo, 17 :: CEP 11045-050 :: Boqueirão :: Santos - SP
(13) 3238-8707 :: contato@academiasantistadeletras.org.br

criado pelo acadêmico Sergio Willians - www.sergiowillians.com.br