Amilcar Ferrão Pinto
ocupante da cadeira nº 12
(patrono: João Batista Coelho - João Foca)

Escritor nascido na cidade de Santos, litoral do Estado de São Paulo, onde sempre residiu, estudou e trabalhou. É formado em Jornalismo pela Faculdade de Filosofia, Ciência e Letras de Santos, departamento de jornalismo, na década de 1960.

Fez carreira no serviço público municipal, atuando na Câmara Municipal de Santos, estando hoje aposentado. Escreveu artigos literários em jornais e revistas de cultura. Publicou os livros de poesia Outro Lugar, Outro Tempo, Autocanto, Recolhimentos e Canções de Outono e o de crônicas As Estações da Infância. É membro efetivo da Academia Santista de Letras, ocupante da Cadeira 12, cujo patrono é José Baptista Coelho.

Para Amílcar, a poesia surge num encontro impressentível, num instante em que a sensibilidade parece alcançar outra dimensão da realidade e busca fixar e transmitir essa experiência inefável. O poema como uma janela que se abre para um universo mítico, oculto pelo cotidiano, pelo prosaico e que nos surpreende com seu mistério que envolve, encanta, enternece.

Ingressou na ASL em 23 de junho de 1978

 

OBRAS

 
     
     
     
   

Rua Soares de Camargo, 17 :: CEP 11045-050 :: Boqueirão :: Santos - SP
(13) 3238-8707 :: contato@academiasantistadeletras.org.br

criado pelo acadêmico Sergio Willians - www.sergiowillians.com.br